canadá
Reprodução/Facebook Justin Trudeau
Justin Trudeau está agindo com cautela no Canadá



O primeiro ministro do Canadá, Justin Trudeau, alertou que a paralisação econômica do país deve continuar por semanas, já que as infecções por coronavírus continuam aumentando no território canadense.

"Eu sei que as pessoas estão interessadas em quando as coisas voltarão ao normal. A realidade é que ainda vai levar semanas ", disse o primeiro-ministro nesta terça-feira (14). "Será importante impulsionar nossa economia, mas teremos que permanecer vigilantes até a descoberta da vacina".

Os comentários medidos de Trudeau contrastam fortemente com os do presidente dos EUA, Donald Trump, que ficou cada vez mais frustrado com a prolongada desaceleração da economia americana e entrou em conflito com os governadores estaduais ao decidirem quando as medidas serão flexíveis.

A economia canadense também estagnou nas últimas semanas, seguindo conselhos de autoridades de saúde para isolar grande parte do país, levando o governo a repassar bilhões em ajuda temporária. Quase 6 milhões de canadenses solicitaram as medidas de socorro do governo.

Mas, embora as autoridades de saúde estejam otimistas de que uma ação precoce possa ter evitado internações em hospitais em Nova York e grande parte do norte da Itália, Trudeau ainda assim alertou que grande parte do risco ainda está presente .

"Devemos permanecer nesta fase por algum tempo", disse ele. "Não estamos do outro lado da curva neste momento. Não passamos por essa primeira onda da Covid-19."

    Veja Também

      Mostrar mais