chernobyl
Reprodução/Twitter
O fogo está a cerca de 2 quilômetros do local onde estão armazenados os resíduos mais perigosos da usina



Um incêndio florestal que ocorre há vários dias na zona de exclusão de Chernobyl está agora a poucos quilômetros da usina nuclear abandonada, segundo relatos.

Centenas de bombeiros estão lutando contra os incêndios florestais, enquanto autoridades insistem que não há risco para o reator em ruínas e para as instalações de armazenamento de resíduos nucleares nas proximidades.

Embora esses eventos naturais sejam comuns, o Greenpeace da Rússia disse que esse incêndio é o pior desde a explosão nuclear de 1986. Os ativistas disseram que as imagens de satélite mostram que as chamas estão apenas a 2 quilômetros da cúpula protetora sobre o reator em ruínas.

Sergiy Zibtsev, chefe do Centro Regional de Monitoramento de Incêndios da Europa Oriental, disse que o incêndio é "enorme" e " imprevisível ". "No oeste da zona de exclusão, já cobrimos 20.000 hectares, de acordo com nossos cálculos."

Mas o vice-ministro do Interior da Ucrânia, Anton Gerashchenko, relatou que não há perigo para as instalações de armazenamento de resíduos nucleares. "É completamente seguro", afirmou no Facebook. 

Volodymyr Demchuk, um alto funcionário do serviço de emergência da Ucrânia, disse que os bombeiros agora estão focados em impedir a propagação. Em uma declaração em vídeo, ele disse: "Não há ameaça à usina nuclear de Chernobyl e às instalações de armazenamento."

Agências governamentais insistiram que o incêndio não causou um aumento nos níveis de radiação. O chefe do Serviço Ecológico, Yegor Firsov, escreveu no Facebook, um dia após o incêndio, que os níveis no centro do incêndio estavam mais altos do que o normal . Mais tarde, ele excluiu a publicação.

Desastre

Chernobyl poluiu uma grande parte da Europa quando seu quarto reator explodiu, em abril de 1986. As pessoas não têm permissão para viver a 30 quilômetros da usina. Os outros três reatores continuaram gerando eletricidade até a estação de energia finalmente fechar, em 2000. Uma cúpula protetora gigante foi instalada no quarto reator em 2016.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários