covid-19
Reprodução
Singapura foi dos países mais atingidos quando o vírus se espalhou pela China em janeiro

Novos temores surgiram sobre a capacidade do coronavírus se espalhar novamente após os bloqueios serem atenuados, após Singapura confirmar um aumento acentuado de novas infecções .

Um dos países mais atingidos quando a doença se espalhou pela China em janeiro, Singapura teve um rigoroso regime de vigilância e quarentena, que ajudou a retardar o surto, mas os recentes aumentos nos casos transmitidos localmente suscitaram novas preocupações. Foram registradas 142 novas infecções na quarta-feira (08).

Em todo o planeta

Países ao redor do mundo estão enfrentando a complexa logística de quando e como afrouxar as restrições de bloqueio para permitir que as economias se recuperem e, ao mesmo tempo, evitar um segundo grande surto.

A pressão crescente para encontrar uma estratégia de saída é a escala catastrófica de dano à economia global , com a Organização Mundial do Comércio (OMC) alertando que o crescimento deverá cair até um terço em 2020 devido à pandemia.

A comissão aconselhou os estados membros da União Europeia a estenderem as restrições a viagens não essenciais até 15 de maio, mas está se preparando para emitir um " roteiro " para coordenar o levantamento do bloqueio na Europa.

Ao anunciar a proposta de extensão da proibição de viagens, Margaritis Schinas, vice-presidente da OMC, disse: "Embora possamos ver primeiros resultados encorajadores, é necessário prolongar a restrição de viagem para continuar reduzindo os riscos da propagação da doença. Ainda não devemos deixar a porta aberta enquanto estamos protegendo nossa casa."


    Veja Também

      Mostrar mais