isolamento social
reprodução / Twitter
Pessoas que desrespeitaram as normas de isolamento social foram detidas pela polícia local e presas pelos pés

Os moradores de Tuchín, em Córdoba, na Colômbia, que desobedecem as medidas de isolamento social para evitar o avanço do novo coronavírus estão sofrendo retaliações das forças municipais. Uma estrutura de madeira, conhecida como " cepo " está sendo usada para prender pelos pés as pessoas flagradas circulando pela cidade.

Leia também: Carlos Bolsonaro critica novamente imprensa: "URUBUS surgem dos esgotos" 

“Aumentamos a base de força no município, junto à Guarda Indígena, o Exército e a Polícia. Pessoas que não estão cumprindo as medidas obrigatórias de isolamento estão sendo punidas”, explicou o prefeito Alexis Salgado, por meio das redes sociais.

A utilização do cepo faz parte da tradição do povo indígena Zenú, da qual os cidadãos Tuchín são descendentes, segundo Alexis Salgado. No entanto, o método não era utilizado há anos.

Leia também: Brasil tem 800 mortes e 15.927 casos confirmados de Covid-19, diz Ministério da Saúde

Na visão do prefeito, a medida trouxe resultados positivos por ter gerado um tráfego menor de pessoas nas ruas da cidade. “Se impusermos uma sanção econômica, a grande maioria não terá como pagá-la, mas se recorrermos a essas práticas típicas de sua cultura, faremos com que cumpram as leis e mantenham vivas suas tradições ", explicou Salgado ao jornal El Tiempo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários