covid-19 arrow-options
Divulgação / Polícia
Lerun Hussein, de 34 anos, roubou três máscaras cirúrgicas em Londres

Um homem que foi pego roubando máscaras cirúrgicas usadas para o combate do coronavírus de um hospital de Londres, na Inglaterra, nesta quarta-feira. Segundo as autoridades locais, ele ficará preso por três meses. A pandemia do Covid-19 tem causado uma demanda global por máscaras, de profissionais de saúde a cidadãos comuns, o que está levando muitos países a anunciarem a falta do produto.

Leia mais: Passageiros pulam de balsa com casos suspeitos de covid-19 na Indonésia

A polícia disse que Lerun Hussain, de 34 anos, foi detido por seguranças do Hospital King's College, no sul de Londres, quando tentava roubar três máscaras no último domingo, dia 5, por volta das 11h20 de manhã. Ele se declarou culpado de furto no Tribunal dos Magistrados de Croydon na terça-feira.

O Ministério Público disse ao tribunal que, "embora o valor monetário dos itens roubados tenha sido extremamente pequeno, o impacto negativo potencial e as implicações para o hospital, sua equipe e pacientes foram profundos, para dizer o mínimo, considerando seus uso atual durante esta pandemia ”. Esta não é a primeira vez que Hussain rouba. Ele tem condenações anteriores por roubo.

As máscaras são ferramentas críticas para toda a equipe médica e profissionais de saúde, para que possam trabalhar em estreita proximidade com aqueles que têm o novo coronavírus ou são suspeitos de tê-lo.

Leia também: Brasil tem ao menos 7 casos de Covid-19 entre indígenas; morte é investigada

Máscaras , viseiras, óculos, aventais e luvas caem em equipamentos de proteção individual (EPI), itens que estão em grande demanda em todo o mundo desde o início da pandemia de coronavírus.

    Veja Também

      Mostrar mais