Ying Ying e Le Le aproveitaram a privacidade para acasalar pela primeira vez em dez anos
Reprodução/Ocean Park
Ying Ying e Le Le aproveitaram a privacidade para acasalar pela primeira vez em dez anos


Funcionários do zoológico Ocean Park, em Hong Kong, tentaram por mais de dez anos fazer com que Ying Ying e Le Le, um casal de pandas gigantes , acasalassem, e nunca tiveram sucesso. Eles tentaram vários métodos de induzir os animais à reprodução natura l, mas, ao que parece, a dupla precisava apenas de privacidade.

Fechado para visitantes desde o dia 26 de janeiro, como medida de combate ao novo coronavírus , o zoológico teve uma diminuição drástica na circulação de pessoas, o que deixou os dois pandas à vontade para acasalar pela primeira vez.

“O processo de acasalamento natural bem-sucedido hoje é extremamente emocionante para todos nós, pois a chance de gravidez por acasalamento natural é maior do que por inseminação artificial ", disse Michael Boos, diretor executivo de operações zoológicas e conservação no Ocean Park, em um comunicado à imprensa.

Leia também: Covid-19: Jacarés passeiam em ruas vazias nos EUA, veja o vídeo

Gestação

Ainda não é certo, portanto, que haverá uma gestação. De qualquer maneira, o acasalamento dá esperanças de que a população da espécie, considerada vulnerável, possa crescer. Seja em cativeiro ou em estado selvagem, os pandas gigantes raramente demonstram o desejo ou a habilidade de acasalar, colocando em risco sua sobrevivência.  Segundo estimativa do Worldwide Fund, existem apenas 1.864 pandas no mundo em habtitas selvagens.

O período de gestação de pandas gigantes ocorre dentro de 72 a 324 dias, por isso ainda vai demorar para que que seja revelado se Ying Ying está grávida ou não. "Se for bem-sucedido, sinais de gravidez, incluindo flutuações nos níveis hormonais e mudanças comportamentais, podem ser observados no final de junho, embora sempre haja uma chance de Ying Ying sofrer uma pseudo-gravidez”, explica Boos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários