mulher de máscara
Reprodução
Uso de máscaras se torna obrigatório em duas regiões da Itália: Toscana e Lombardia

O governador da Toscana, Enrico Rossi, adotou neste domingo (5) uma lei que torna obrigatório o uso de máscaras de proteção pelos cidadãos que precisarem sair pelas ruas da região.

A medida é a mesma que foi determinada ontem (4) pela Lombardia contra a propagação do novo coronavírus (Sars-CoV-2), que já provocou a morte de mais de 15 mil pessoas em toda a Itália.

"Li nos jornais que muitos comportamentos errados foram retomados pelos cidadãos e que há muitas reuniões. Por esse motivo, hoje quero ordenar que torne obrigatório o uso da máscara fora das casas", declarou em sua conta no Facebook.

Segundo Rossi, sua intenção é que "a portaria se torne uma junta executiva a partir da data em que o próprio município realize a distribuição das máscaras de proteção".

"Decidimos distribuir 10 milhões de máscaras gratuitamente aos cidadãos da Toscana pelos municípios. São quase três máscaras cada. Encomendamos outros 10 milhões de máscaras", explicou o governador, ressaltando que quer "continuar essa iniciativa de prevenção primária, de acordo com as indicações da Organização Mundial da Saúde".

Rossi ainda afirmou que, além de entregar as máscaras aos municípios da Toscana, solicitará a distribuição, ao máximo possível, nas casas das pessoas. Para isso, contará com a ajuda de voluntários .

Violação de isolamento

operação policial na itália
Reprodução
Polícia está fazendo operação nas ruas das cidades italianas

 As autoridades italianas anunciaram neste domingo (5) que 9.284 pessoas foram sancionadas nas últimas 24 horas por violação das medidas restritivas impostas pelo governo para evitar o avanço do novo coronavírus.

De acordo com dados do Ministério do Interior da Itália, o número diz respeito aos cidadãos que tentaram viajar para outro território .

No último sábado (4), 8.187 indivíduos já haviam sido denunciados pelo não cumprimento das regras de isolamento social. Pelo menos 54 foram acusados por falsas alegações na autodeclaração e outros 10 por violação da quarentena.

Além disso, 173 empresários foram punidos e 27 medidas de fechamento de empresas cumpridas. Desde que as regras de bloqueio entraram em vigor, mais de 182 mil pessoas foram denunciadas.

Na província de Milão, na Lombardia, 14.066 casos foram registrados, sendo que 9.878 pessoas foram verificadas, 382 sancionadas e uma relatada por fazer declarações falsas.

As autoridades italianas estão realizando operações pelas ruas do país para garantir o cumprimento das determinações do governo na luta contra a disseminação do novo coronavírus . Até o momento, a doença já matou mais de 15 mil pessoas na Itália. 


    Veja Também

      Mostrar mais