wi-fi
Agencia Brasil/reprodução
Campanha na Itália tem como intuito promover gesto solidário para que alunos consigam realizar ensino à distância

O município de Modugno, na região da Puglia, lançou uma campanha solidária neste sábado (5) para pedir que os italianos da cidade compartilhem sinal de internet wi-fi com os vizinhos que precisam, na tentativa de facilitar o ensino à distância e a comunicação virtual de todos que estão enfrentando o isolamento domiciliar devido à pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Leia mais: Em dia de jejum convocado por Bolsonaro, religiosos rezam em frente ao Alvorada

Com o slogan "Pergunte ao seu vizinho se ele precisa. Doe wi-fi ", a iniciativa "Conecte-se com o coração" tem como objetivo conscientizar os cidadãos a ajudarem quem não possui acesso à internet.

Segundo a conselheira de políticas sociais da cidade, Daniela Trentadue, a campanha de "solidariedade digital" foi criada porque "qualquer pessoa pode conceder acesso gratuito à rede wi-fi doméstica ou à rede de dados com hotspot para aqueles que precisam, a fim de incentivar o ensino à distância ".

"De fato, o coronavírus transformou a realidade da escola em realidade virtual, com as salas de aula desmaterializadas e as aulas agora em salas virtuais . Compartilhar a internet pode evitar o risco de alguns alunos 'ficarem para trás' em relação aos colegas de classe", explicou.

Leia também: Pró-isolamento, prefeitura de Teresina apela em postagem nas redes sociais

Trentadue ainda informou que "um cartaz foi criado para ser colocado em exibição em prédios e condomínios para que todos possam inserir sua disponibilidade ou expressar sua necessidade, deixando um contato". 

    Veja Também

      Mostrar mais