Aos 104 anos, Bill Lapschies é a pessoa mais velha a sobreviver à covid-19
Reprodução/OPR
Aos 104 anos, Bill Lapschies é a pessoa mais velha a sobreviver à covid-19


Veterano da Segunda Guerra Mundial e sobrevivente da pandemia de gripe espanhola em 1918, o norte-americano Bill Lapschies, de 104 anos, se tornou a pessoa mais velha, entre os casos públicos, a se recuperar da covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus .

Lapschies mora no Abrigo de Veteranos Edward C Allworth, em Lebanon, no Oregon. Apesar da idade, ele sentiu apenas sintomas leves e sequer precisou de um ventilador respiratório , o que impressionou a família, os amigos e até os médicos que acompanharam o seu quadro.

“Isso poderia ter ido por outro caminho. Não existem muitas intervenções que podem ser feitas”, afirmou o médico Rob Richardson ao comentar a reação improvável do organismo do idoso.

Leia também: Britânico completa maratona em quintal e arrecada R$ 117 mil contra o Covid-19

Questionado pela Rádio OPB sobre como teria conseguido vencer o vírus, Lapschies apenas riu e respondeu: “Eu não sei, apenas aconteceu assim. Sente aqui e você pode se livrar de qualquer coisa”.

O Abrigo de Veteranos onde Lapschies mora tomou medidas de distanciamento dentro suas dependências ainda em fevereiro, para minimizar as chances de que os moradores contraíssem o novo coronavírus . Ainda assim, Lapschies e outros 15 idosos foram contaminados, e dois deles morreram. Oito se recuperaram.

    Veja Também

      Mostrar mais