Local teve que ser colocado em
Reprodução
Local teve que ser colocado em "quarentena" após grande número de casos da doença

Um centro de reabilitação de saúde no condado de San Bernardino, no estado norte-americano da Califórnia, teve que ser colocado em isolamento após dois pacientes morrerem e mais de 50 contraírem a Covid-19.

Leia também: EUA: hospitais estão demitindo funcionários que denunciam condições de trabalho

Segundo informações do New York Post, as autoridades de Saúde afirmaram que a situação no local é tão crítica que todos os residentes do local, que serve como transição para pessoas que estavam no hospital e ainda não podem voltar para casa, devem "assumir" que estão com o novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Ao todo, mais de 50 residentes do Centro de Reabilitação Cedar Mountain e seis funcionários já foram diagnosticados com a doença. A região de San Bernardino já soma 183 casos confirmados e seis mortes.

Ainda de acordo com a publicação, o número de pessoas atualmente residindo no centro é incerto, mas especula-se que até 95 pessoas, em sua maioria idosos, estejam realizando tratamento no local.

Leia também: Covid-19: Espanha volta a bater recorde e soma 864 mortes em apenas um dia

Por se tratar de um local de alto risco, o centro entrou em regime de "quarentena" e não está aceitando visitantes e nem novos residentes. Agora, a expectativa é que os outros moradores também realizem os exames do Covid-19 para que o valor real de infectados seja confirmado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários