Putin arrow-options
Reprodução/Twitter/KremlinRussia_E
Putin visitou o hospital pelo qual o médico Denis Protsenko é responsável.

O médico Denis Protsenko, responsável pelo principal hospital de Moscou , na Rússia, testou positivo para o novo coronavírus. Uma semana antes de receber o diagnóstico, o profissional esteve em contanto com o presidente russo Vladimir Putin. 

Leia também: São Paulo bate recorde de mortes por Covid-19 em um dia e possui 136 óbitos

Na semana passada, Putin visitou o hospital coordenado por Protsenko e chegou a dividir o elevador com o médico. O local é o principal centro de tratamento para os pacientes com coronavírus na capital russa.

A confirmação do diagnóstico foi confirmada nesta terça-feira (31) através de uma publicação feita pelo próprio médico . "Eu me auto-isolei no meu consultório, onde tenho tudo o que preciso para me comunicar.", escreveu o profissional.

Até o momento, a Rússia registrou 2.337 casos de coronavírus. Desse total, 17 morreram e 121 foram curados. A capital Moscou é a cidade com maior número de casos, contabilizando 1.613 infeções.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários