angela
World Economic Forum/Ciaran McCrickard
Angela Merkel, chanceler alemã

Em quarentena desde o dia 22 de março, a chanceler alemã Angela Merkel recebeu o terceiro teste negativo para o novo coronavírus (Sars-CoV-2) nesta segunda-feira (30), de acordo com o governo alemão.

Leia também: Pacientes recuperados da Covid-19 ainda podem transmitir a doença em até 8 dias

Isolada desde que teve contato com seu médico, que estava infectado, Angela Merkel deve continuar despachando de sua casa nos próximos dias. Na Alemanha já são mais de 57 mil infecções e 455 mortes.

Outro nome da política mundial que está livre da Covid-19 é a mulher do primeiro-ministro do Canadá, Sophie Grégoire Trudeau. Diagnosticada no dia 12 de março, ela publicou em suas redes sociais no último sábado (28) que está curada da doença.

Apesar do anúncio da mulher, Justin Trudeau anunciou que estenderá sua quarentena familiar . "Continuamos seguindo os conselhos dos especialistas da área de saúde. Conforme orientações, estamos pedindo às pessoas que fiquem em casa e trabalhem de casa se for possível, e não saiam sem necessidade", disse o primeiro-ministro. 

Netanyahu com suspeita de Covid-19

netanyahu
Alan Santos/Presidência da República
O atual primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, está com suspeita de Covid-19

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou nesta segunda-feira (30) que está em quarentena voluntária após uma de suas conselheiras ser diagnosticada com Covid-19.

Segundo o Gabinete do premier, o resultado do exame de Netanyahu ainda não saiu e que o fim da quarentena do político será definido por seu médico pessoal e pelo Ministério da Saúde de Israel.

    Veja Também

      Mostrar mais