pandemia covid-19
Divulgação
Shawn Myers foi detido nos EUA após dar festa durante a pandemia do novo coronavírus, o Covid-19.

Um homem foi preso em Hughesville (Maryland, EUA) durante uma festa promovida por ele para 60 pessoas, na última sexta-feira (27/3), ignorando as ordens do estado durante a pandemia do coronavírus.

Leia mais: Centro e esquerda se juntam pela renúncia de Bolsonaro

Desde 23 de março, qualquer aglomeração com mais de 10 pessoas - mesmo que sejam de uma mesma família - está proibida em Maryland. Um dia antes, policiais já tinham ido à casa de Shawn Marshall Myers , de 41 anos, por causa de um grande número de pessoas no local. À época o limite era de 50 pessoas. Shawn concordou em pôr fim à festa, contou reportagem da NBC Washington.

Na segunda visita da polícia à sua residência, entretanto, o americano se recusou a dispersar os convidados. Foi preso e indiciado por desobediência a ordens de emergência.

O próprio governador, Larry Hogan, postou sobre o incidente: "Não consigo expressar meu repúdio a tal irresponsável e inconsequente comportamento. Se você se envolver nesse tipo de atividade, estará violando a lei e pondo em risco a vida de moradores de Maryland. A polícia vai continuar enérgica para evitar a disseminação da Covid-19 ".

Leia também: Continente africano registra quase 5 mil casos do novo coronavírus

Maryland já registrou mais de mil casos de Covid-19 . No condado de Charles, onde fica Hughesville, são 21 ocorrências.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários