Velório aconteceu na Inglaterra, no final de fevereiro.
Reprodução
Velório aconteceu na Inglaterra, no final de fevereiro.

No fim de fevereiro, Sheila Brooks morreu, aos 86 anos, vítima de coronavírus . Familiares da idosa ignoraram recomendações de distanciamento social, mesmo em situações de morte, e foram ao enterro de Sheila, em West Midlands (Inglaterra).

Leia mais: Isolamento em uma cidade pode retardar em até 75 dias chegada do vírus em outras

Duas semanas depois, os primeiros parentes que foram ao funeral começaram a testar positivo para Covid-19 , a doença provocada pelo coronavírus. Até agora, 17 membros da família - todos presentes no enterro - já foram infectados.

Susan Nelson, de 65 anos, morreu em decorrência da doença. Ela era sobrinha de Sheila. "A velocidade como o vírus age é impressionante. Ele não pode ser subestimado. Não seja estúpido se colocando em risco. Sigam o conselho: fiquem em casa", disse Carl, de 42 anos, filho de Susan, ao site "Yahoo! News".

Leia também: Covid-19: pacientes recuperados ainda podem transmitir doença por até 8 dias; saiba mais

Sheila e Susan morreram no mesmo hospital. O sobrinha morreu poucas horas após ser levada à emergência. Outros familiares estão internados em estados grave.

Ao contrário da morte de Sheila, a família Nelson não fez velório para Susan.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários