Após demora para responder ao surto, Estados Unidos tenta frear pandemia do coronavírus
Reprodução/CBS
Após demora para responder ao surto, Estados Unidos tenta frear pandemia do coronavírus


A Organização Mundial da Saúde ( OMS ) informou nesta terça-feira que está vendo "aceleração muito grande" em número de casos de coronavírus nos Estados Unidos , o que representa potencial para o país se tornar o novo epicentro da pandemia .

Questionada sobre essa possibilidade, a porta-voz da OMS, Margaret Harris foi sucinta. "Estamos vendo aceleração muito grande nos casos dos EUA. Então há potencia", disse Harris.

Leia também: Epidemia de coronavírus causa falta de caixões em Bergamo, na Itália

O estado de Nova York é o mais afetado do país e representa metade dos diagnósticos reportados nos EUA , com quase 21 mil casos. Todos os 50 estados americanos têm pacientes de Covid-19 . Nas últimas 24 horas, 85% dos novos contágios reportados em todo o mundo tinham origem nos EUA e na Europa, pontuou a porta-voz da entidade das Nações Unidas.

Hospitais na Região Metropolitana de NY já reportam um aumento expressivo no número de pacientes de Covid-19, bem como a falta de equipamentos essenciais, como respiradores e máscaras de proteção. O aumento expressivo no número de diagnósticos se deu na sequência da expansão no número de testagens, que deram a extensão da epidemia: larga transmissão comunitária.

    Veja Também

      Mostrar mais