Soldados espanhóis estão realizado uma série de serviços para combater o coronavírus
Ministério da Defesa da Espanha
Soldados espanhóis estão realizado uma série de serviços para combater o coronavírus


Soldados espanhóis enviados para higienizar e desinfetar asilos se depararam com cenas de descaso durante o serviço. De acordo com a ministra da Defesa d a Espanha , Margarita Robles, durante a passagem por essas casas de repouso, os oficiais do exército encontraram idosos abandonados, e alguns deles estavam mortos em suas camas.  

A Procuradoria de Estado da Espanha abriu uma investigação para apurar se houve negligência dos funcionários dos asilos. O caso foi registrado assim que os relatórios diários passaram a indicar o avanço do novo coronavírus , causador da Covid-19 , dentro do território espanhol. Idosos estão no grupo de risco da doença e são as principais vítimas.

“Nós seremos rígidos e inflexíveis quando tratarmos com a maneira como as pessoas mais velhas são tratadas nessas residências. O exército, durante certas visitas, encontrou idosos completamente abandonados, às vezes até mortos em suas camas”, revelou Margarita Robles em entrevista coletiva.

Leia também: Multa de R$16 mil: Itália endurece punição para quem viola quarentena

Possibilidade

De acordo com oficiais da saúde, quando suspeita-se que a causa de uma morte está relacionada ao coronavírus , o corpo é deixado na cama até a chegada de uma equipe funerária. Na capital Madrid , por exemplo, isso pode demorar até 24 horas, em razão do alto número de ocorrências.

“Fomos informados de que os serviços funerários estão tão sobrecarregados que talvez não consigam coletar os corpos imediatamente. Portanto, a melhor coisa a fazer se uma pessoa estiver sozinha em um quarto é deixá-lo na cama, evitar o risco de contaminação. Pode ser que isso tenha acontecido”, afirmou Igancio Fernandez-Cid, presidente da Federação de Companhias Residenciais, ao Al Jazeera.

De acordo com a última atualização do governo, a Espanha tem mais de 39,6 mil casos confirmados de coronavírus, com 2,8 mortes registradas.

    Veja Também

      Mostrar mais