homem acenando com a mão
Cancillería del Ecuador
Papa Francisco

O papa Francisco saiu à janela do Palácio Apostólico, no Vaticano, e abençoou uma Praça São Pedro completamente vazia neste domingo (22), em função da pandemia do novo coronavírus.

O momento ocorreu após a celebração do Angelus dominical, que vem sendo realizado na biblioteca do palácio e transmitido por streaming pela Santa Sé. "Queremos responder à pandemia com oração universal, compaixão e ternura. Permaneçamos unidos, façamos as pessoas mais sozinhas e que mais sofrem sentirem nossa proximidade", disse Francisco.

Leia também: Itália chega a 3.405 mortos por coronavírus e ultrapassa China

O Papa convidou todos os cristãos a recitarem o Pai Nosso ao meio-dia da próxima quarta-feira (25) e a ouvirem uma edição extraordinária da bênção "Urbi et Orbi" ("À cidade de Roma e ao mundo"), geralmente feita apenas nos dias de Páscoa e Natal, em 27 de março, às 18h (14h em Brasília).

Leia também: Trabalhadores da saúde são mais de 10% dos infectados com coronavírus na Espanha

"No próximo dia 27 de março, às 18h, presidirei um momento de oração na Basílica de São Pedro, com a praça vazia. Desde já, convido todos a participarem espiritualmente através dos meios de comunicação. Escutaremos a palavra de Deus, elevaremos nossa súplica, adoraremos o Santíssimo Sacramento e, ao fim, darei a bênção Urbi et Orbi, com a possibilidade de receber a indulgência plenária", disse.

Recentemente, o Vaticano já determinou o perdão de pecados de fiéis que contraíram o novo coronavírus e operadores sanitários envolvidos no combate à pandemia, que estão impossibilitados de receber os sacramentos adequadamente devido às restrições impostas por governos mundo afora.

    Veja Também

      Mostrar mais