Croácia
Reprodução
Em Zabreg, imensas filas têm se formado nas farmácias da cidade

Nesta quinta-feira (19), outros três países registraram as primeiras mortes causadas pelo novo coronavírus. Os governos de Rússia, Croácia e México informaram os casos, que ainda aguardavam a confirmação da causa da morte.

Leia também: Hospitalizado, herdeiro da família imperial brasileira está com novo coronavírus

Segundo informações da rede Al Jazeera, o governo russo confirmou que a primeira vítima foi uma mulher de 79 anos, que testou positivo para o novo coronavírus e já tinha doenças anteriores. Ainda de acordo com a publicação, a vítima teve uma forte pneumonia que agravou o caso.

Até o momento, a Rússia soma 147 casos da nova doença, número muito menor do que os registrados em outros países europeus como Itália e Espanha, que sofrem com o aumento diário de contágios e mortes.

Na Croácia , a confirmação de que a morte de um homem nesta quarta-feira está relacionada com a Covid-19 veio nesta quinta. Em comunicado, o Instituto de Saúde Pública do país revelou que os testes resultaram positivos.

A vítima foi identificada como Anton Nino Kernjus, um famoso dono de restaurantes na região da Ístria e que estava em isolamento após ter contato com uma pessoa contaminada. Segundo relatos da imprensa local, ele se recusou a ser encaminhado para um hospital , teve piora do estado de saúde durante a noite e acabou morrendo.

Leia também: Coronavírus no poder: veja quem já foi infectado

Por fim, o Ministério da Saúde do México confirmou que um homem de 41 anos, que não teve a identidade revelada, é o primeiro infectado a morrer do novo coronavírus no país. Segundo informações da Bloomberg, ele registrou os primeiros sintomas no dia 9 de março e já tinha quadro pregresso de diabetes. Até o momento, país soma 118 casos de contágio.

    Veja Também

      Mostrar mais