coronavírus
Reprodução
Itália vem tomando medidas para evitar propagação do coronavírus

O prefeito de Bergamo, cidade com 122 mil habitantes localizada no norte da Itália, está usando uma igreja como cemitério para abrigar os corpos das vítimas que morreram por complicações do novo coronavírus.

Leia também: Bolsonaro chama pandemia de "histeria" e critica medidas de isolamento

A província registrava 3,4 mil infectados até o dia 15 de março e está com o sistema de saúde local sobrecarregado. A região da Lombardia , que tem cerca de 10 milhões de habitantes, tem registro de mas 13 mil casos e cerca de 1,2 mil mortes por coronavírus .

A equipe médica do hospital Giovanni XXIII, o maior da região, também chegaram a um limite. Uma das medidas adotadas é a colocação de até sete pacientes por dia em ventilação mecânica.

O descanso da equipe tem sido em média um dia a cada duas semanas. Mais de 50 médicos foram infectados desde o início da pandemia na região.

Leia mais: Com 29 casos do novo coronavírus, Uruguai fecha fronteiras com a Argentina

As páginas de jornais dedicadas a obituários passaram de três nos dias 9 de fevereiro ao dia 11 e também no dia 13 de março na região devido às mortes causadas por complicações no quadro de vítimas do coronavírus .

    Veja Também

      Mostrar mais