Brasileiros estão presos no Peru após fechamento das fronteiras
Arquivo pessoal/ Max Miller Miranda
Brasileiros estão presos no Peru após fechamento das fronteiras


Pelo menos 60 turistas brasileiros estão impedidos de deixar o Peru , após o governo determinar o fechamento das fronteira s do país. A maioria deles está nas cidades de Lima e Cuzco, e foram pegos de surpresa com as medidas de urgência para combater a pandemia de novo coronavírus .

Os aeroportos suspenderam os voos fora do país, e os turistas não estão conseguindo remarcar. De acordo com os relatos, o exército peruano expulsou do Aeroporto Internacional Jorge Chávez todas as pessoas que não tinham passagens marcadas para segunda-feira (16).

“O Exército entrou no aeroporto e mandou que todos saíssem, todos que não tivesse passagem para hoje (segunda). O pessoa da companhia aérea fechou o guichê, não deu qualquer suporte”, afirmou o administrador de empresas Éderson de Oliveira, de 33 anos, em entrevista ao jornal Estado de S.Paulo.

Leia também: Paraguai restringe circulação de pessoas e veículos durante a madrugada

O presidente peruano, Martín Viszcarra, decretou o fechamento das fronteiras no último domingo (15), com validade a partir de segunda-feira. Além disso, foi determinada uma quarentena obrigatória por 15 dias.

Solução

Diante do cenário dramático, a Embaixada do Brasil no Peru comunicou, por meio de nota oficial, que está trabalhando para conseguir hospedagem aos turistas brasileiros.

“A Embaixada do Brasil tem realizado gestões em alto nível junto às autoridades peruanas com vistas a obter autorização para o retorno imediato dos brasileiros que se encontram impossibilitados de deixar o país. Além disso, está solicitando às autoridades locais que atuem junto a associações de hotéis em Cuzco para que assegurem a necessária hospedagem aos turistas brasileiros durante esse período”, diz a nota.

    Veja Também

      Mostrar mais