Durante um encontro com investidores na última sexta-feira (31), o presidente do Equador Lenín Moreno fez uma declaração considerada machista, dizendo que mulheres só reclamam de assédio de homens feios. 

Leia também: Com agenda cheia de MPs, Congresso retoma trabalhos nesta segunda-feira

presidente do equador
shutterstock
Presidente do Equador, Lenín Moreno, em assembleia das Nações Unidas


Em seu discurso, ele afirmou que os homens são constantemente sujeitos a acusações de assédio, e que, em geral, são denunciados quando são feios. “Isso quer dizer que o assédio é quando se trata de uma pessoa feia, mas se a pessoa é bem apresentada de acordo com os padrões, ela geralmente não pensa necessariamente que é um assédio”, finalizou na reunião. 

Leia também: PF não vê indícios de participação de Flávio Bolsonaro em dois crimes

Após críticas da população e a repercussão de suas falas, o presidente foi as redes sociais para pedir desculpas, negando que estivesse minimizando a violência e abuso . “Peço desculpas se foi entendido dessa maneira. Rejeito a violência contra as mulheres em todas as suas formas!”, disse no Twitter. 


    Veja Também

      Mostrar mais