Agência Brasil

Palestina
Cebra
Governo palestino resolveu cortar relações com norte-americano e israelenses

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, disse neste sábado (1º) que seu país está cortando todas as relações, inclusive de segurança, com Estados Unidos e Israel.

Leia também: Proibido no Brasil, produto aparece na mesa de Bolsonaro em foto da Presidência

A decisão foi tomada após o presidente norte-americano, Donald Trump, ter apresentado um plano de paz para israelenses e palestinos.

"Os Estados Unidos não são mais um país amigável para a Palestina", disse Abbas em uma reunião da Liga Árabe no Cairo, Egito, acrescentando que se recusou a conversar com Trump.

Abbas disse que o plano de paz anunciado está "violando os acordos de autonomia" lançados em Oslo, em 1993, por Israel e pelos palestinos.

Israel terá que "assumir a responsabilidade enquanto força de ocupação [dos territórios palestinos]”, finalizou.

Leia também: Bolsonaro fala em lei de quarentena para garantir volta de brasileiros da China

    Veja Também

      Mostrar mais