Luis Arce, ex-ministro da Economia de Evo Morales, é o candidato do MAS à presidência arrow-options
Reprodução/Twitter Evo Morales
Luis Arce, ex-ministro da Economia de Evo Morales, é o candidato do MAS à presidência


O Movimiento ao Socialismo (MAS ), partido do ex-presidente Evo Morales , é o favorito para vencer a eleição presidencial da Bolívia , marcada para o dia 3 de maio. Segundo pesquisa realizada pela empresa Mercado y Muestras e divulgada pelo jornal “Página Siete”, 26% dos bolivianos declararam a intenção de votar no partido de Evo, isso levando em conta apenas a legenda.

Quando a pesquisa foi realizada, entre os dias 9 e 13 de janeiro, o MAS ainda não havia anunciado Luis Arce , ex-ministro da economia, como o candidato do partido. A estimativa mostra que Evo Morales continua com bastante força dentro do cenário político do país, mesmo refugiado na Argentina desde que renunciou, no dia 10 de novembro do ano passado, após acusações de ter fraudado as eleições de outubro. Ele está proibido de concocorrer novamente.

Leia também: Mulher mais rica da África é principal alvo de escândalo de corrupção

“Em todas as pesquisas somos os primeiros. Tenho certeza que, com nossa nova dupla Lucho (Luis Arce) e Davi (Choquehuanca, candidato a vice), nas próximas pesquisas estaremos em uma posição ainda melhor. Estamos prontos para vencer o golpismo e recuperar a pátria”, publicou Evo Morales no Twitter.

Concorrentes

Após a saída de Evo, Jeanine Áñes assumiu como presidente interina, e anunciou, no dia 3 de janeiro, a data das novas eleições. Ela chegou a afirmar que não se candidataria, mas surpreendeu ao oficializar, na última sexta-feira, a candidatura.

Na pesquisa, Jeanine Áñez aparece com 12% das intenções de voto. Além de Luis Arce , ainda estão na frente dela o candidato da direita, Luis Fernando Camacho , e o ex-presidente Carlos Mesa , empatados com 17%. A taxa de indecisos ou de pessoas que não optaram por nenhum dos candidatos é de 9%.

    Veja Também

      Mostrar mais