Tamanho do texto

Centenas de manifestantes ligados ao partido do governo foram às ruas para contestar o projeto de construir estátua cristã no sul do país

Mil policias foram acionados por causa de protesto contra a construção de Cristo Redentor na Índia arrow-options
Reprodução/Asian News International
Mil policias foram acionados por causa de protesto contra a construção de Cristo Redentor na Índia


O plano de construir uma estátua de J esus Cristo , um pouco menor que o Cristo Redentor do Rio de Janeiro, na vila de Harobele, no sul da Índia, está causando conflitos no país. Manifestantes hindus ligados ao Partido Bharatiya Janata (BJP), do primeiro ministro Narendra Modi, foram às ruas nesta segunda-feira para protestar contra a construção, e mil policiais foram acionados para conter a multidão. As manifestações estão sendo coordenadas por uma organização filiada ao BJP, a Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS)

"Não queremos a estátua, porque ela contraria o espírito de harmonia comum e estimula conversões religiosas, algo que os missionários cristãos fazem cada vez mais", afirmou o chefe do RSS, Prabhakar Bhat, em entrevista à imprensa indiana.

Leia também: Itália apreende mais de 300 kg de cocaína do Brasil

Os protestos reforçam as críticas direcionadas a Narendra Modi, apontado como intolerante e frequentemente acusado de ter um projeto para transformar a Índia em um Estado hindu. Desde que ele chegou à presidência, em 2014, os conflitos  têm se intensificado no país, com o aumento de crimes contra minorias religiosas.

O projeto

A gestão Modi acusa o governo anterior, liderado pelo Partido do Congresso, de ter autorizado a construção da estátua de maneira ilegal. O projeto prevê um Jesus Cristo de 34,7 metros de altura, pouco mais de três metros a menos que o do Rio de Janeiro, que tem 38. Iniciada no mês passado, a obra foi interrompida depois das primeiras manifestações contrárias. O local da construção, no entanto, é de maioria cristã.