Tamanho do texto

"Eles estão mentindo que nosso inimigo é a América, nosso inimigo está bem aqui", entoou um grupo de manifestantes do lado e fora de uma universidade

irã arrow-options
reprodução / Twitter
Protestos acontecem desde o sábado (11) contra o governo.

Os líderes do Irã estão sendo pressionados em mais um dia de protestos . As manifestações passaram a acontecer após os militares admitirem que abateram um avião ucraniano por engano. O Teerã temia ataques aéreos dos Estados Unidos devido as recentes tensões entre os países.

Leia mais: Reino Unido critica Irã por deter temporariamente embaixador britânico

"Eles estão mentindo que nosso inimigo é a América , nosso inimigo está bem aqui", entoou um grupo de manifestantes do lado de fora de uma universidade em Teerã, de acordo com imagens divulgadas em vídeos compartilhados via Twitter.

Os protestos estão acontecendo do lado de fora de instituições de ensino superior na capital e em outras cidades do país. De acordo com a Reuters, a polícia estaria em grande número nas ruas neste domingo (12).

Leia também: Guerra com Irã conseguiu desviar debate sobre impeachment de Trump

Bombas de gás lacrimogêneo teriam sido disparadas contra milhares de manifestantes nos protestos do sábado (11). Militantes cantavam "morte ao ditador", referindo-se ao Ali Khamenei, líder supremo da República Islâmica