Tamanho do texto

Em discurso transmitido por TV estatal, líder supremo do Irã ainda afirmou que a "presença corrupta" dos Estados Unidos na região precisa terminar

Aiatolá Ali Khamenei se pronunciou após ataque contra bases norte-americanas arrow-options
Divulgação
Aiatolá Ali Khamenei se pronunciou após ataque contra bases norte-americanas


“Um tapa na cara” dos norte-americanos. Foi assim que o aiatolá Ali Khamenei , líder supremo do Irã , classificou os bombardeios ordenados por ele mesmo contra duas bases dos Estados Unidos no Iraque . Durante a declaração, transmitida por TV estatal iraniana nesta quarta-feira, ele ainda falou em uma necessidade urgente de expulsar os EUA da região.

“Na noite passada, foi dada um tapa na cara (dos norte-americanos). O que importa é que a presença corrupta dos Estados Unidos nesta região tem que terminar”, disse o líder iraniano, que aproveitou para exaltar o general Qassem Soleimani com elogios como “bravo guerreiro” e “querido amigo”.

Leia também: Caixas-pretas de avião que caiu no Irã são achadas; país se recusa a entregá-las

O ataque contra as bases norte-americanas foi uma resposta pelo assassinato de Soleimani, morto durante uma operação das forças armadas dos Estados Unidos no Iraque. No dia 3 de janeiro, quando o ataque aéreo foi realizado, o aiatolá Khamenei já havia prometido vingança.

Reação

Do outro lado, o presidente dos EUA, Donald Trump, não deixou transparecer preocupação pela represália dos iranianos. “Está tudo bem! Mísseis lançados do Irã contra duas bases militares localizadas no Iraque. Avaliação das vítimas e mortes ocorrendo agora. Até o momento, tudo bem! Temos, de longe, as forças armadas mais poderosas e bem equipadas do mundo”, escreveu Trump no Twitter.