CARRO DA POLÍCIA Em cena de crime
Twitter/Reprodução
Ataque foi registrado na noite do sábado

Cinco pessoas foram esfaqueadas dentro da casa de um rabino no Condado de Rockland, em Nova York, na noite do sábado (28). Segundo a polícia, um grupo se reunia na sétima noite do Hanucá, um dos períodos mais importantes para a religião judaica, quando um homem invadiu o local e atacou diversas pessoas.

"Por volta das 21h50 uma ligação relatando um esfaqueamento em massa chegou", disse a polícia local em nota. Os oficiais afirmaram que todos os feridos foram encaminhados para hospitais da região. O ataque ocorreu a cerca de 50 quilômetros da capital de Nova York.  

Leia também: Manifestantes continuam nas ruas após ataque matar 17 no Iraque

Segundo o jornal norte-americano The Guardian, dois dos feridos estão em estado crítico. Todos os atingidos eram fiéis do judaísmo chassídico e estavam em momento de celebração religiosa dentro da casa do líder L. Rotterberg, que fica ao lado de uma sinagoga. 

O suspeito fugiu do local em um carro, mas foi perseguido e capturado pela polícia poucas horas depois. A identidade dele não foi revelada.

“Esse foi um ato desprezível e covarde e eu estou enviando uma força-tarefa da Polícia de Crimes de Ódio para investigar imediatamente e usar todas as ferramentas disponíveis para que o responsável pelo crime receba todas as punições legais", afirmou em nota o governador do estado, Andrew Cuomo. O ataque se soma a uma série de ofensivas antissemitas em Nova York no ano de 2019.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários