Tamanho do texto

De acordo com a polícia antiterrorista, homem foi ferido por disparos de policiais e morreu no local; caso é tratado como terrorismo por oficiais

Ponte de Londres arrow-options
Reprodução/Twitter
Ataque está sendo tratado como terrorismo

Duas pessoas foram mortas e várias outras ficaram feridas antes que o suspeito do ataque em Londres , no Reino Unido , fosse morto pela polícia. O episódio ocorreu no centro da capital britânica nesta sexta-feira (29) e está sendo tratado pelas autoridades como um ataque terrorista.

"Posso confirmar que (o ataque) é considerado como um ato terrorista", afirmou Neil Basu, um responsável da polícia antiterrorista. "O suspeito, um homem, foi ferido a tiros pelos oficiais armados da polícia de Londres e posso confirmar que o morreu no local", completou.

Ainda de acordo com as autoridades, o suspeito também carregava um dispositivo explosivo falso e, inicialmente, a informação era quatro pessoas haviam sido esfaqueadas. 

Leia também: Família de brasileiros é presa por comandar 'império' de bordéis em Londres

O premiê britânico, Boris Johnson, disse que o episódio aparentemente já foi controlado. O prefeito de Londres, Sadiq Khan, afirmou que a polícia não buscava mais ninguém relacionado ao ataque.

Vídeos e fotos que circulam nas redes sociais mostram carros de polícia e ônibus parados na ponte. Em um dos vídeos, é possível ver um grupo de pessoas sobre um homem, que se espalha logo depois.

Uma dessas pessoas se afasta com uma faca, possivelmente retirada do suspeito. Não houve tiroteio no local, apesar de rumores divulgados inicialmente em redes sociais.