Aos 104 anos, Florence Teeters se torna a pessoa mais velha a obter licença de caça em Wisconsin
Reprodução/Wisconsin Department of Natural Resources
Aos 104 anos, Florence Teeters se torna a pessoa mais velha a obter licença de caça em Wisconsin

O que você espera estar fazendo quando chegar aos 104 anos? Muitos sonham com uma vida tranquila, sem grandes aventuras e com longos tempos de descanso. Porém, uma idosa do estado de Wisconsin, nos EUA, pensa completamente diferente: após obter sua primeira licença de caça, ela se tornou a pessoa mais velha do estado a conseguir abater um cervo.

Leia também: "Mais responsabilidade, menos lacração", diz Eduardo ao deputado Mamãe Falei

Segundo informações da CNN, a aventura de Florence Teeters começou quando acompanhou o filho Bill em uma caçada e só pôde ficar assistindo enquanto ele realizava toda a operação. Ao sentir a adrenalina do processo, a idosa decidiu que tentaria arranjar uma licença para poder participar mais ativamente na próxima vez.

Assim, Florence foi em busca do documento. Nem mesmo a idade avançada conseguiu impedi-la de conquistar seu objetivo, atingido no início desta semana. "A ideia foi dela. Foi a primeira licença que ela tirou em toda sua vida", disse Bill, em entrevista ao canal.

Aos 104 anos, Florence é a pessoa mais velha a obter licença no estado norte-americano
Reprodução
Aos 104 anos, Florence é a pessoa mais velha a obter licença no estado norte-americano

Logo após a obtenção do documento, a dupla voltou para a mata, para que Florence pudesse realizar sua primeira caçada 'licenciada'. Ao encontrar um cervo , ela mostrou que realmente tem a habilidade necessária para o serviço: com apenas um tiro, conseguiu abater o animal, que estava há cerca de 30 metros de distância.

Você viu?

"Quando eu o vi, bati no joelho dela e apontei. Ela confirmou com um aceno de cabeça, se preparou e atirou. Foi um tiro certeiro", relembrou Bill, ressaltando a alegria da mãe.

Com a vitória, ela se tornou a pessoa mais velha do estado de Wisconsin a conseguir uma licença de caça e abater um animal. O Departamento de Recursos Naturais do estado chegou até a fazer uma publicação em homenagem ao feito.

"Após criar uma família de caçadores , esta jovem senhora escolheu fazer parte da longa e tradicional história da caça de cervos em Wisconsin, o que prova que ela pode ser realizada por pessoas de todas as idades", afirmou a nota do órgão.

Leia também: Jair Bolsonaro é denunciado internacionalmente por “crimes contra humanidade”

Ainda de acordo com a publicação, a caçada não é a única atividade inusitada que a idosa gosta de fazer: ela é apaixonada por tirolesas e vai todos os anos para o 'Mardi Gras', uma espécie de carnaval dos norte-americanos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários