Tamanho do texto

Acusação diz que estudante teria ainda acrescentado urina ao molho barbecue; rapaz foi condenado a 30 dias de detenção no reformatório

Há algum tempo, uma escola em Ohio, nos Estados Unidos, provomeu uma competição culinário entre os alunos, que deveriam apresentar seus pratos aos professores, que fariam parte de um júri. Todavia, o evento ficou fora de controle quando um aluno serviu um crepe com semên.

Leia também: Mulher branca processa banco de sêmen após dar à luz filha mestiça

Imagem de crepe meramente ilustrativa arrow-options
Reprodução
Imagem de crepe meramente ilustrativa


Leia também: Híbrido de humano e chimpanzé existiu e foi morto por médicos, garante cientista

Todavia, um dos alunos, de 15 anos, resolveu fazer uma brincadeira e colocou sêmen no crepe que serviria aos professores . Um vídeo gravado por um  estudou que circulou pelas redes mostra o estudante montando seu prato.  A gravação chegou à diretoria do colégio e foi usado como prova de acusação contra o jovem. Nas cenas, o aluno ainda teria acrescentado urina ao molho barbecue do crepe.

Diretoria da escola usou vídeo vazado como prova para acusação arrow-options
Reprodução
Diretoria da escola usou vídeo vazado como prova para acusação

Leia também: Especialista é acusado de usar próprio sêmen para engravidar paciente no Canadá

Com a escola prestando queixa contra o aluno , ele foi condenado a 30 dias de detenção em um reformatório. Outros sete estudantes que teriam visto a ação e filmado também receberam acusações.

    Leia tudo sobre: receitas