Tamanho do texto

Imagem, feita por um artista local, ficou intocada apenas dois dias; "ela tinha que voltar para o país dela e resolver os problemas de lá", disse o pixador

Greta arrow-options
Reprodução/Twitter
"Chega de mentiras, esse é o país do petróleo", escreveu o pixador

Recém-pintado, um mural com o rosto da ativista Greta Thunberg foi vandalizado por pixadores no último final de semana na cidade de Alberta, no Canadá. Sobre a imagem da jovem, foram escritas frases como 'pare com as mentiras' e 'este é o país do petróleo'.

Leia também: "Enfrentei o PT, não vou ter medo de moleques", diz Joice sobre clã Bolsonaro

Pintado na última sexta-feira (18), o mural com o rosto de Greta fica ao lado de uma ciclovia da cidade e foi feito pelo artista local AJA Louden. Entretanto, ficou intocado por pouco tempo: o 'ataque' aconteceu apenas dois dias depois, no domingo (20).

"Aqui é Alberta! Este é o país do petróleo . Meu pai trabalhou na indústria e teria nojo de ouvir esse tipo de coisa. Não precisamos de estrangeiros vindo até aqui e nos dizendo como viver nossas vidas", disse James Bagnell, um dos pixadores, em entrevista à rede de TV canadense CBC.

Bagnell disse que tomou a atitude de escrever no mural tão logo soube de sua existência, por meio de postagens em redes sociais, e afirmou que Greta apenas "faz o que lhe mandam fazer" e que ela deveria "ficar calada até ter uma solução para os problemas".

"Acho que ninguém deveria dizer que devemos mudar nosso modo de vida. Ela tinha que voltar para o país dela e tentar resolver os problemas de lá", finalizou.

Leia também: Dia de herói! Professor abraça aluno armado e evita tragédia em escola; assista

Greta esteve no Canadá para participar de um protesto contra as mudanças climáticas na cidade de Edmonton e de um debate na Câmara de Alberta. Nos dois locais, foi seguida por um grupo de manifestantes, favoráveis e contrários aos seus posicionamentos sobre o meio ambiente e o clima mundial.