Tamanho do texto

Esquema vende bebês crianças enquanto pais esperam na fila da adoção na Rússia; caso foi denunciado por jornalistas

Bebês são vendidos ainda recém-nascidos na Rússia arrow-options
shutterstock
Bebês são vendidos ainda recém-nascidos na Rússia


Na Rússia, a polícia investiga um esquema em que bebês recém-nascidos estão sendo vendidos. Após jornalistas denunciarem a fraude no sistema de adoção, a investigação aponta que o preço dos bebês variam entre 60 e 5 mil libras, o equivalente à faixa entre R$ 320,00 e R$26.701,68, dependendo da região do país.

Leia também: Babá é presa por estupro após dar à luz bebê do garoto cuidado por ela

Jornalistas do "The Insider", falaram do esquema depois de criarem uma conta falsa nas redes sociais, pela qual entraram em contato com a agência perguntando sobre os bebês . A agência então informou que poderia vender um bebê por cerca de £ 5.000, segundo os jornalistas.

Quando os jornalistas russos apuraram as informações de "bebês à venda", descobriram que alguns estavam sendo vendidos por £ 60. Eles então expuseram uma indústria em que compradores e vendedores estavam ligados. Não se sabe muito sobre o esquema ilegal, mas o mecanismo de pesquisa russo registra cerca de 85.000 buscar pelo termo "comprar um filho", apenas em Moscou, segundo o "Independent".

Os pais envolvidos na compra estavam desesperados, segundo relatos. A polícia também descobriu que o preço de cada criança dependia da sua característica física, as que estavam nas regiões rurais eram mais baratas, enquanto bebês de Moscou e São Petersburgo eram vendidos por valores mais caros.