Tamanho do texto

Apesar dos dois líderes terem se encontrado rapidamente, assessores trabalham para eles terem uma reunião marcada para a tarde de hoje

Trump e Bolsonaro sentados um de frente ao outro e se cumprimentando arrow-options
Presidência da República/Alan Santos
Desde o início do governo, Bolsonaro tem mantido boas relações com Trump

Os presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump se encontraram rapidamente nesta terça-feira (24), depois dos discursos que fizeram na Assembleia Geral da ONU . Assessores brasileiros afirmaram que ainda há tentativas de agendar uma reunião para mais tarde.

"Foram três minutos", disse um auxiliar de Bolsonaro. "Não deu nem tempo para levantar nenhum assunto. Eles só se cumprimentaram e falaram um pouquinho."

Leia também: Em discurso na ONU, Trump acusa China de quebrar promessas comerciais

Em um vídeo postado no Twitter, Bolsonaro agradeceu a consideração de Trump, que aparece elogiando seu discurso nas imagens: "Bom discurso", diz o americano. Bolsonaro celebrou o rápido encontro.

"Obrigado pela consideração, Presidente @realDonaldTrump !" , escreveu.

Sequer havia um intérprete ao lado e o chefe do cerimonial da Presidência da República, Carlos França, teve que improvisar a tradução da conversa entre os dois. Bolsonaro volta ao Brasil hoje à noite.

Leia também: Doria critica discurso de Bolsonaro na ONU: "inadequado" e "inoportuno"

Apesar da expectativa de um jantar privado com o presidente americano, Bolsonaro, que ainda se alimenta de uma dieta pastosa após a cirurgia realizada há 15 dias,  teria ido a uma pizzaria italiana acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro e parte da comitiva na noite de segunda-feira (23).