doces embalados
DEA / Divulgação
Segundo polícia, embalagens de doces com maconha não têm informações detalhadas e podem confundir

Sete meninos e duas meninas de uma escola na cidade de Cooper City, na Flórida, foram hospitalizados após comer um doce com maconha dentro da instituição de ensino na última sexta-feira (6).

Os bombons foram levados por um dos estudantes e distribuído entre as crianças. Em pouco tempo, os alunos começaram a sentir "dores abdominais" e precisaram ser socorridos. Todos eles têm entre 10 e 12 anos.

Leia também: PRF realiza maior apreensão de maconha no Paraná em 2019: 4,6 toneladas 

Segundo o jornal norte-americano CBS, os doces com maconha estavam embalados como qualquer outro comercializado em lojas e foram trazidos “inadvertidamente” por colegas de classe. Nenhuma das crianças corre risco de vida e todas foram liberadas do hospital no mesmo dia.

“Nós gostaríamos de advertir aos pais que fiquem atentos a doces com THC que são embalados praticamente da mesma forma que outros doces populares. Isso pode colocar crianças em risco”, afirmou comunicado oficial liberado pela escola. A polícia foi acionada e vai investigar o caso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários