Tamanho do texto

Caso foi registrado na Flórida, Estados Unidos. Animal de 3,5 metros foi capturado, mas mordeu braço do caçador e o puxou para dentro da água

Homem em rio segurando na boca de jacaré arrow-options
Justin Perchalski / Facebook
Caçador de jacarés costumava postar imagens nas redes sociais

Um caçador de recompensas perdeu o antebraço ao tentar matar um jacaré capturado em Palm Bay, na Flórida. Justin Perchalski, de 30 anos, saiu em uma trilha noturna em busca do animal com mais três amigos, conseguiu pegá-lo, mas foi agarrado pelo bicho de 3,5 metros e puxado em direção à água.

Os colegas do rapaz conseguiram segurá-lo, evitando que ele caísse na água . “O jacaré fez uma volta e meia segurando a mão dele na boca até soltar, o que é insano, porque eles não costumam soltar as presas", afirmou em entrevista ao canal Fox o irmão do rapaz, Ryan Perchalski.

Leia também: Idosa é mordida por jacaré de 2,5 metros ao passear com cachorro 

Sem um pedaço do braço, o rapaz fez um torniquete com um cinto e guiou o barco no qual estava até terra firme. Ele foi socorrido para o hospital, onde perdeu o rádio, um dos ossos do antebraço. 

Agora, Justin se recupera de uma delicada cirurgia e vai passar por um processo de adaptação para viver sem parte do braço. A comissão de vida selvagem da Flórida disse que não vai buscar pelo jacaré. O rapaz não vai ser indiciado, já que a época de caça nos Estados Unidos está permitida até o dia 1º de novembro.