Foto em preto e branco de mulher
Polícia do País de Gales
Mulher de 33 anos tinha prestado 18 queixas à polícia contra ex

Uma mulher de 33 anos foi assassinada pelo ex-namorado após prestar 18 queixas sobre ameaças e agressões na cidade de Denbigh, no País de Gales. Laura Stuart foi esfaqueada e espancada por Jason Cooper no meio da rua, chegou a ser hospitalizada, mas não resistiu.

Uma análise de conduta policial feita após o crime detectou que a mulher prestou 18 queixas contra o ex-namorado em dois anos. "Denúncias feitas à polícia incluiam alegações de que o homem usou de violência, fez ameaças e imputou influência financeira na vida de Laura, chegando a tentar chantageá-la para sair da casa dela”, afirmou a representante da polícia, Mel Palmer, em entrevista ao jornal britânico The Independent.

Leia também: Mulher usa coberta para fingir que está dormindo e esposo ateia fogo em cama 

A morte da mulher causou protestos e revoltas na cidade, principalmente sobre a forma como a polícia agiu. Após inquérito, um policial foi considerado culpado por negligência de cumprir com seus deveres policiais.

O culpado pela morte de Laura foi sentenciado a 32 anos de prisão por assassinato . Em resposta oficial, a polícia afirmou que a forma como casos de violência doméstica são tratados no país mudou.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários