Tamanho do texto

Crime aconteceu durante uma festa na Califórnia, nos Estados Unidos, no último domingo (23); agressor foi preso por tentativa de homicídio

mulher
Reprodução/Facebook
Mulher estava no carro com bebê quando agressor atirou contra eles

Um homem de 23 anos deu um tiro na cabeça de um bebê de 10 meses, após ser rejeitado pela mãe da criança, na madrugada do último domingo (23). O crime aconteceu durante uma festa em uma residência na cidade de Fresno, na Califórnia, Estados Unidos.

Leia também: Bebê de nove meses é espancado, estuprado e morto; padrasto é principal suspeito

Segundo a polícia local, Marcos Antonio Echartea havia conhecido a mãe da vítima, Deziree Menagh, de 18 anos, uma semana antes, mas não havia interagido com ela desde então. A mãe do bebê relatou que, em um momento da festa ,o criminoso havia agarrado a sua mão e, por isso, ela foi até o jardim, onde outras pessoas estavam.

Echartea teria ainda seguido a mulher e sentado em uma varanda, onde tentou puxá-la à força, para que caísse em seu colo, ocasião em que mais uma vez ela se afastou. Foi por volta das 4h do domingo que a mulher resolveu pegar sua filha recém-nascida e ir embora com um amigo.

Leia também: Jovem procura hospital com dores abdominais, descobre gravidez e dá à luz, em SP

Eles partiram em um carro, mas – por algum motivo ainda não esclarecido – pararam depois de uma quadra. A hipótese dos policiais é de que eles tenham decidido esperar Echartea sair da casa para seguirem em segurança.

Porém, enquanto estavam no carro, o agressor se aproximou e começou a atirar. De acordo com a investigação, uma das balas atravessou o vidro e atingiu a criança na cabeça.  O amigo da mulher ainda teria acionado a polícia e levado a criança ao hospital, onde ela passou por uma cirurgia.

Leia também: Mulher escreve bilhete e salva desconhecida que sofria assédio dentro de ônibus

Após ter atirado contra o bebê , o homem chegou a voltar para a festa, onde foi encontrado pelos policiais e preso por três tentativas de homicídio.