Tamanho do texto

Porta-voz do local lamentou o trágico acidente e afirmou que este tipo de episódio é "extremamente raro"; após ataque, animal acabou sendo abatido

Leopardo
Reprodução/Parque Nacional Queen Elizabeth
Menino foi atacado dentro da área de dormitórios do parque na noite da última terça-feira

Um trágico acidente aconteceu no Kruger National Park na noite da última terça-feira (4), quando um dos leopardos que vive na reserva invadiu a área de dormitórios dos funcionários do local e atacou um menino de apenas dois anos.

Leia também: Nepal recupera quatro corpos e retira 11 toneladas de lixo no Everest

Segundo informações da CNN, a criança era filha de um membro da equipe do parque e foi levada às pressas para um hospital da região. Porém, não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. Após o incidente, o leopardo foi abatido por um dos guardas do local.

Em comunicado, um porta-voz do Kruger National Park lamentou a tragédia, mas fez questão de ressaltar que episódios como este são "extremamente raros", uma vez que os animais já estão acostumados a conviver com os humanos que trabalham no local.

"Nossos sentimentos e orações estão com os familiares do menino neste momento de grande tristeza. Daremos todo o apoio que eles possam precisar. Nunca é fácil perder um ente querido em circunstâncias tão terríveis", afirmou Fundisile Mketeni, diretor-chefe da Associação de Parques da África do Sul, durante coletiva.

Leia também: Enfermeiro é condenado à prisão perpétua pela morte de 85 pessoas na Alemanha