Tamanho do texto

Homem também trabalhava como entregador na capital inglesa e foi atacado por um grupo que tentava roubar sua moto, que não foi levada, disse a polícia

IstoÉ

Capoeirista brasileiro
Reprodução/Arquivo pessoal
Capoeirista brasileiro morreu após ser espancado por grupo em Londres

Um capoeirista brasileiro que vivia em Londres foi atacado por um grupo no último sábado (25) e morreu na terça-feira (28) após não resistir aos ferimentos. Iderval Silva , de 46 anos, foi espancado ao se aproximar de homens que tentavam roubar sua moto, segundo testemunhas contaram à BBC . Ele dava aulas de capoeira e fazia entregas de comida por aplicativo na capital inglesa.

Leia também: Justiça britânica intima favorito a substituir May por 'mentiras' sobre Brexit

A Polícia Metropolitana de Londres disse que o grupo fugiu do local antes dos policiais chegarem. A moto do capoeirista sequer foi roubada e um jovem, de 16 anos, foi apreendido logo depois suspeito de integrar o bando. “Há uma investigação urgente em andamento e estamos determinados a encontrar os responsáveis”, disse Mark Cranwell, investigador da polícia.

Leia também: Não haverá renegociação de acordo do Brexit, diz UE aos britânicos

Iderval foi levado ao hospital logo após o ataque, mas não resistiu e morreu . Ele era natural de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, e estava na Inglaterra para ampliar o seu projeto de capoeira, segundo a BBC .