Tamanho do texto

Tutora de uma turma de quarta série, Betty Soto trabalhava em instituição na Flórida (EUA); segundo relatos, ela chegou a mostrar armamento aos alunos

Professora EUA
Divulgação/Pinella's County
Segundo relatos, professora apresentou arma carregada para crianças da quarta série

Uma professora da cidade de Seminole, no estado norte-americano da Flórida, foi presa após levar uma arma carregada e duas facas para a escola em que trabalhava e apresentar aos alunos durante uma aula.

Segundo informações da CNN, Betty Soto, que era professora de crianças da quarta série na Starkey Elementary School, portava uma Glock 9mm com sete balas e duas facas de caça no dia do incidente.

Leia também: Intruso invade casa nos EUA, faz faxina completa e vai embora sem levar nada

"Jamais imaginaria que algo assim pudesse acontecer na escola . Fico pensando se agora eles terão que começar a revistar as bolsas dos professores ou colocar um detector de metal na porta da instituição", lamentou Erica Kennedy, mãe de duas crianças que estudam no local.

Apesar de ter posse de arma , Soto acabou presa por não ter porte de arma, o que a proibiria de levar o armamento para a escola. Questionada por repórteres ao ser conduzida para a delegacia o motivo de ter ido para o trabalho armada, ela respondeu: "pergunte ao governador DeSantis".

Recentemente, o governador da Flórida ( EUA ), Ron DeSantis, aprovou lei que autoriza professores a andarem armados nas escolas e faculdades do Estado.  A medida, que só entrará em vigor a partir de outubro, deve ser confirmada por cada instituição que optar por aceitá-la, uma vez que não é obrigatória. Os professores que se candidatarem deverão passar por treinamentos e teste psicológicos.

Leia também: EUA apresentam 17 novas acusações contra Julian Assange

Presa no início da semana, Soto aguarda julgamento na delegacia do condado, quando deve ser indiciada por porte ilegal de arma.