Tamanho do texto

Serge Fournier, de 74 anos, ficou um mês internado por conta do incidente, mas não resistiu aos ferimentos; Cadesha Bishop, de 25 anos, está presa

Õnibus
Reprodução
Após ficar um mês internado, idoso não resistiu e morreu após ser empurrado de ônibus

O Departamento de Polícia de Las Vegas (LVPD) divulgou, nestea terça-feira (14), um vídeo que mostra o momento em que Cadesha Bishop, de 25 anos, empurra Serge Fournier, de 74, para fora de um ônibus. O incidente aconteceu no dia 21 de março. Após ficar mais de um mês hospitalizado, o idoso não resistiu e morreu.

Leia também: Militar se rende após manter a família refém por 14 horas na zona norte do Rio

Bishop foi detida no dia 6 de maio e foi encaminhada para o Centro de Detenção do Condado de Clark, onde aguarda julgamento. Ela foi indiciada por homicídio de pessoa vulnerável e pode pegar até prisão perpétua. 

De acordo com algumas testemunhas que estavam no ônibus , Bishop, que estava acompanhada de seu filho pequeno, começou a ofender outros passageiros duranteu ma discussão. Fournier, que se aproximou da confusão para desembarcar do coletivo, teria pedido para a mulher ser "mais educada com outros". Quando ele virou as costas para descer, ela o empurrou com as duas mãos para fora do veículo. 

Ainda de acordo com testemunhas, a mulher não ofereceu qualquer tipo de ajuda ao idoso , seguiu xingando os demais passageiros e depois desceu do ônibus com a criança. A vítima conseguiu se levantar, procurou a polícia e chegou a ir para casa. No entanto, no dia seguinte, ele deu entrada em um hospital por conta das dores causadas pela queda.

Ele passou cerca de um mês internado e morreu por conta de complicações causadas pelo empurrão. O Escritório dos Legistas de Las Vegas determinou que o caso se tratava de um homicídio.

O pai do filho de Bishop, que agora tem a guarda da criança, disse que a mulher era "violenta" e que o comportamento agressivo dela causou a separação entre os dois. A mulher já cumpriu pena por lesão corporal. A polícia local ainda tenta encontrar outras pessoas que estavam no ônibus para servirem como testemunhas.

Leia também:  Vídeo flagra milhões de insetos invadindo cidade norte-americana; assista

Serge Fournier deixa uma esposa deficiente, da qual ele era o único cuidador. "Ele era uma excelente pessoa, muito religioso", lembrou Trevor Taylor, vizinho e amigo do casal, em entrevista ao canal de televisão NBC . "Eu sei que a morte dele já está causando muitas dificuldades financeiras para a esposa", continua. O amigo ainda confessa que espera que a mulher que empurrou o idoso do ônibus pegue a pena máxima.