Tamanho do texto

Ordem partiu da entidade reguladora do governo do presidente Nicolás Maduro; motivo para o bloqueio da transmissão não foi informado

presidente Nicolás Maduro
Reprodução/Twitter
Canal teve seu sinal cortado na Venezuela, por ordem da entidade reguladora do governo do presidente Nicolás Maduro

O canal de televisão alemão da Deutsche Welle (DW), em espanhol, teve seu sinal cortado neste fim de semana na Venezuela, por ordem da entidade reguladora do governo do presidente Nicolás Maduro. O motivo para o bloqueio da transmissão não foi informado pelas autoridades.

O diretor-geral da DW, Peter Limbourg, exigiu do governo venezuelano que restaure o sinal do canal. A Conatel é a instância que regula e exerce o controle sobre as telecomunicações na Venezuela .

Leia também: "Venezuela vive emergência humanitária complexa e ONU precisa agir", diz ONG

Limbourg destacou a atenção dada pela cobertura jornalística da DW à Venezuela, especialmente com o programa diário sobre a situação no país.

"Vamos fazer tudo o que pudermos para manter nossos telespectadores informados", disse o diretor do canal.

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Imprensa da Venezuela rejeitou no Twitter a decisão da Conatel e destacou o trabalho que a DW vem desempenhando, com múltiplos espaços, para informar sobre a crise venezuelana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.