Tamanho do texto

Tinta vermelha foi usada para escrever palavras como “doutrina do ódio” e “arquiteto do genocídio”; memorial já foi atacado duas vezes em um mês

Karl Marx, que viveu de 1818 a 1883, escreveu sobre ideias revolucionárias relacionadas a lutas de classes
Reprodução/ Twitter/ @HighgateCemeter
Karl Marx, que viveu de 1818 a 1883, escreveu sobre ideias revolucionárias relacionadas a lutas de classes

O túmulo do filósofo político alemão e revolucionário socialista Karl Marx foi alvo de vandalismo nest sábado (16), no cemitério de Highgate, em Londres. Essa é a segunda vez em menos de um mês que o memorial é atacado. As palavras “doutrina do ódio” e “arquiteto do genocídio” foram escritas no monumento com tinta vermelha.

Leia também: No bicentenário de Marx, presidente chinês o chama de 'guia da humanidade'

“Insensato. Estúpido. Ignorante. O que quer que você pense sobre o legado de Marx, esta não é a maneira de fazer oposição”, escreveu em uma rede social o Highgate Cemetery sobre o ataque ao monumento de Karl Marx .

Maxwell Blowfield, de 31 anos, assessor de imprensa do Museu Britânico havia visitado o cemitério nesta manhã com sua mãe e afirmou ter ficado “chocado” com o ataque.  “É um dos destaques do cemitério. A tinta vermelha vai desaparecer, suponho, mas ver esse tipo de dano e ver isso acontecer duas vezes, não é bom”, disse ao jornal britânico The Guardian .

Leia também: Gafe com nome de filósofos em pedido de prisão de Lula vira piada na web

“Eu não gostaria de dizer quem ou por que alguém fez isso, mas foi claramente alguém muito crítico de Marx e daquela parte da história. Eu estou surpreso que alguém em 2019 sente que precisa fazer algo assim”, avaliou Blowfield.

De acordo com a polícia nenhum dos casos de vandalismo resultaram em prisões. No último dia 5, vândalos também atacaram o memorial com um martelo. De acordo com Ian Dungavell, representante da Fundação desta necrópole da capital britânica, o memorial será consertado "na medida do possível". Segundo ele, os ataques são regulares, mas não frequentes. O pior incidente ocorreu em 1970, quando um grupo tentou destruir o túmulo usando uma bomba.

Leia também: EUA e Rússia disputam apoio na ONU para resolver situação da Venezuela

Karl Marx , que viveu de 1818 a 1883, escreveu sobre ideias revolucionárias relacionadas a lutas de classes, as falhas do capitalismo e do trabalho humano. Ele publicou obras conhecidas como "O Manifesto Comunista", "O Décimo Oitavo Brumário de Louis Bonaparte" e "Capital".

* Com informações da Ansa