Tamanho do texto

Chuvas no estado de Kerala já obrigaram cerca de 680 mil indianos a deixarem suas casas e isolaram várias regiões ao destruírem 134 pontes

Inundações em Kerala são as piores nos últimos 80 anos na Índia; primeiro-ministro Narendra Modi sobrevoou região
Reprodução/Twitter - @PMOIndia
Inundações em Kerala são as piores nos últimos 80 anos na Índia; primeiro-ministro Narendra Modi sobrevoou região

Já chega a 370 o número de mortes no estado de Kerala, no sul da Índia, que enfrenta há duas semanas situação crítica devido a inundações provocadas pelas chuvas de monção, que atingem a região desde maio passado. O número atualizado de mortes foi divulgado neste domingo (19) pelo jornal local Times of India .

Leia também: Quatro presos são encontrados mortos na penitenciária de Alcaçuz (RN)

Segundo as informações divulgadas pelas autoridades da Índia até o momento, os danos das infraestruturas afetadas pelas inundações já somam cerca de US$ 3 bilhões. Os ventos fortes e a força das águas já destruíram 134 pontes, deixando várias comunidades e milhares de pessoas completamente isoladas. Além disso, mais de 720 mil indianos foram obrigados a deixarem suas casas e buscarem refúgio em mais de 5.645 abrigos espalhados por Kerala.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, sobrevoou as áreas mais afetadas nesse sábado (18) e prometeu ajudar as famílias afetadas com cerca de 56 milhões de libras esterlinas (aproximadamente US$ 71,3 milhões).

"O país está próximo de Kerala nestes tempos difíceis", escreveu Modi no Twitter. O serviço meteorológico alertou que as chuvas continuarão com a mesma intensidade nos próximos dois dias.

Leia também: Bolsonaro critica ONU por decisão pró-Lula e promete tirar Brasil de conselho

As inundações já são as piores dos últimos 80 anos no país. Após encarar duas semanas seguidas com chuvas ininterruptas, as áreas mais afetadas têm neste domingo uma trégua. Mas os serviços oficiais indianos de meteorologia preveem que mais chuvas devem cair nos próximos dias.

Ainda de acordo com as informações do Times of India , cerca de 22 mil pessoas foram resgatadas somente neste domingo de áreas atingidas, e mais 13 mortes foram confirmadas. Os trabalhos das equipes de socorro ainda seguem principalmente nos distritos de Alappuzha, Ernakulam e Thrissur.

Leia também: Venezuela cobra do governo brasileiro proteção a imigrantes em Roraima


*Com informações e reportagem da agência Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.