Tamanho do texto

Especialistas estimam que a biblioteca já chegou a guardar cerca de 20 mil pergaminhos e tem potencial para ser a mais antiga do noroeste da Europa

A biblioteca, do período do Império Romano, foi descoberta durante escavações em uma igreja em Colônia, na Alemanha
Reprodução/The Guardian
A biblioteca, do período do Império Romano, foi descoberta durante escavações em uma igreja em Colônia, na Alemanha

Ruínas da biblioteca mais antiga da Alemanha foram descobertas por arqueólogos na cidade de Colônia no final do mês de julho. Segundo informações do The Guardian , o edifício tem aproximadamente dois mil anos e já chegou a guardar 20 mil pergaminhos na época em que a região fazia parte do Império Romano.

Leia também: "Romeu e Julieta"? Cientistas acham esqueletos abraçados em lápide de 5 mil anos

Por mais que o prédio em si tenha sido encontrado ainda em 2017, durante escavações em uma igreja protestante no centro da cidade, a natureza do edifício do período do Império Romano só foi revelada nas últimas semanas, quando os arqueólogos perceberam que os nichos nas paredes funcionavam como prateleiras para pergaminhos.

“Levou algum tempo para ligarmos os pontos – podíamos ver que os nichos eram pequenos demais para comportar estátuas dentro de si. Mas, na realidade, eles são uma espécie de armário para os documentos”, explicou Dirk Schmitz, do Museu Romano-Germânico de Colônia.

Ele ainda explicou que esse tipo de detalhe é muito particular de bibliotecas , como ainda pode ser visto na famosa biblioteca de Éfeso, construída no ano 17 depois de Cristo, na cidade que hoje faz parte do território turco.

Leia também: Arqueólogos abrem sarcófago de ao menos dois mil anos encontrado em Alexandria

Importante descoberta da época do Império Romano

A descoberta aconteceu na cidade de Colônia, onde a biblioteca do Império Romano poderá ser vista pelo público
shutterstock
A descoberta aconteceu na cidade de Colônia, onde a biblioteca do Império Romano poderá ser vista pelo público

Os cientistas consideraram esta uma importante descoberta histórica, tendo em vista que além de ser a biblioteca mais antiga da Alemanha , ela também pode ser a mais antiga de todas as províncias romanas do noroeste da Europa.

“Talvez existam várias cidades romanas com bibliotecas, mas elas ainda não foram escavadas”, continuou Schmitz. “Se só tivéssemos encontrado a fundação, não saberíamos que era um edifício desta natureza. A descoberta aconteceu por causa das paredes com os nichos”.

Outra característica importante é que o prédio era usado como uma biblioteca pública. “Ela está no meio de Colônia, na parte comercial ou do fórum, ou seja, os locais públicos do centro da cidade. O edifício foi construído com materiais muito fortes, e em casos assim, por serem muito grandes, eram públicos”, comentou o especialista.

Leia também: Escultura de 3 mil anos intriga pesquisadores e pode ser retrato de rei bíblico

As paredes da biblioteca do Império Romano em Colônia serão preservadas, e três de seus nichos serão expostos ao público no porão do centro comunitário da igreja protestante, que está sendo construído.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.