Autor dos disparos do tiroteio na escola no Kansas ainda está foragido, segundo a polícia local
shutterstock
Autor dos disparos do tiroteio na escola no Kansas ainda está foragido, segundo a polícia local

Pelo menos duas pessoas foram feridas e estão em estado de saúde crítico depois de terem sido baleadas em uma escola infantil no Kansas, Estados Unidos, nesta terça-feira (3). O tiroteio na escola aconteceu às 9h de hoje, no início do dia letivo.

Leia também: Resgate de adolescentes presos em caverna da Tailândia pode demorar meses

De acordo com o Departamento de Polícia de Overland Park, dois funcionários da Escola Primária Sunrise Point foram atingidos por disparos de uma arma de fogo durante o tiroteio na escola . O autor dos tiros ainda está sendo procurado pelas autoridades.

A polícia local declarou que os funcionários tratam-se de dois operários que trabalhavam na área construção e estavam fazendo uma obra no playground, localizado fora da escola.

Suspeito do tiroteio na escola

Segundo John Lacy, policial de Overland Park, o atirador, também era um empregado contratado da instituição para a construção do parquinho. Ele teria discutido com outros dois colegas de trabalho antes de abrir fogo, conforme noticiou o Kansas City Star.

O policial também informou que não havia crianças na escola no momento do tiroteio. “Havia apenas cerca de 5 a 6 pessoas lá”, declarou Lacy.

Após os disparos, o suspeito chegou a fazer duas tentativas para roubar um veículo e fugir, sendo a segunda bem sucedida. Segundo o Kansas City Star, os tiros foram disparados durante a primeira tentativa de roubo de carro.

Você viu?

A instituição, que faz parte do Distrito Escolar de Blue Valley e está localizada no bloco 15800 da Linden Street. Todas as escolas do distrito estão em alerta de segurança.

L eia também: Autor de tiroteio em jornal dos EUA agiu por vingança, diz polícia

Tiroteio no Capital Gazette

Na última semana, cinco pessoas morreram após um tiroteio em um jornal , em Annapolis, capital de Maryland, no leste dos Estados Unidos. Os tiros ocorreram na redação do "Capital Gazette".

A polícia de Annapolis afirmou que o autor dos disparos teria agido por vingança. Segundo as primeiras informações, Jarrod W. Ramos, de 38 anos, havia perdido um processo de difamação movido contra o Capital Gazette .

De acordo com as informações do jornal americano Baltimore Sun , Ramos também é acusado de cinco casos de homicídios nos Estados Unidos. O atirador não cooperou com a polícia, que só conseguiu identifica-lo por meio do reconhecimento facial. Ele invandiu a redação do jornal com uma espingarda e montou uma barricada na porta dos fundos para dificultar a fuga das vítimas.

Diferente do caso do tiroteio na escola , os disparos no jornal provocou cinco mortes , sendo o editor assistente e colunista do jornal Rob Hiaasen, de 59 anos, a repórter especial Wendi Winters, de 65 anos, a editora da página editorial, Gerald Fischman, de 61 anos, o redator John McNamara, de 56 anos e a assistente de vendas Rebecca Smith, de 34 anos. Outros dois funcionários do Capital Gazette, a repórter Rachael Pacella e o representante de vendas Janel Cooley ficaram feridos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários