Tamanho do texto

Mamoudou Gassam, de 22 anos, ganhou cidadania francesa após escalar prédio e salvar menino de quatro anos que estava pendurado na sacada; veja

 'Homem-aranha' imigrante Mamoudou Gassama se encontrou com o presidente Macron e ganhou cidadania francesa
Reprodução/Shutterstock
'Homem-aranha' imigrante Mamoudou Gassama se encontrou com o presidente Macron e ganhou cidadania francesa

O imigrante malinês que ficou mundialmente conhecido como o 'homem-aranha de Paris' após escalar um prédio e evitar que uma criança de quatro anos caísse da sacada de um edifício ganhou a cidadania francesa nesta segunda-feira (28). Mamoudou Gassama, de 22 anos, foi recebido pelo presidente da França, Emmanuel Macron, sendo parabenizado pelo  “ato excepcional”. 

Leia também: 'Homens-aranhas' escalam prédio e salvam criança pendurada em janela; assista

No último sábado (27), o imigrante, que chegou à capital da França em setembro do ano passado e se instalou em um abrigo, escalou quatro andares sem nenhum tipo de equipamento e salvou o menino. O resgate foi filmado e viralizou na internet. Gamassa passou a ser chamado de ' homem-aranha ' devido a sua agilidade, já que aparece subindo os quatro andares do edifício somente com a força dos braços e fez tudo isso em menos de 30 segundos.

De "homem-aranha de Paris" à cidadania francesa

Em entrevista à  Rádio França Internacional (RFI), Gassama contou que agiu por impulso e que, ao perceber que se tratava de uma criança correndo risco, “não pensou nos riscos que ele próprio corria", pois gosta muito das crianças.  “Comecei a ouvir vários carros buzinando, atravessei a rua e graças a Deus consegui salvá-lo”, relatou.

Leia também: Kim Jong-un confirma encontro com Trump, mas revela receio com segurança

O malinês expôs que, depois do resgate completo, começou a tremer de medo e a perguntar para a criança o motivo pelo qual estava pendurada na sacada do prédio. “Fui para a sala do apartamento e me sentei, pois estava tremendo muito. Perguntei ao menino porque tinha feito aquilo e ele não me respondeu. Ainda bem que tudo deu certo e o corpo de bombeiros chegou rápido. Sofri alguns arranhões e a criança perdeu somente uma unha”, disse ao canal BFMTV .

Um inquérito foi aberto pela polícia para apurar o caso. Em depoimentos às autoridades, o pai da criança, de 36 anos, disse ter deixado o garoto sozinho em casa para fazer compras. Quando chegou, disse ter encontrado o filho preso do lado de fora, na sacada do apartamento. A mãe não estava em casa, e a justiça retirou a guarda do menor de idade da família temporariamente.

 Ao encontrar o imigrante na manhã desta segunda-feira, o presidente Emmanuel Macron assegurou que a ação de Gamassa foi corajosa e que, por isso, “a partir de hoje, todos os seus documentos seriam regularizados para que obtenha a cidadania francesa”.

“Você se tornou um exemplo para muitas pessoas, é normal que a nação demonstre seu reconhecimento”, acrescentou.

Leia também: Nove países africanos correm risco de transmissão do vírus Ebola, afirma OMS

Emmanuel Macron, que tem aplicado medidas rígidas como expulsões aos imigrantes ilegais, comunicou que o ' homem-aranha ' de Paris também integrará o Corpo de Bombeiros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.