Tamanho do texto

Ataque, que ainda não foi reivindicado, aconteceu em um estabelecimento indiano, em Ontario; entre os feridos, três pessoas estão em estado grave

Explosão de bomba em restaurante ocorreu na cidade de Mississauga, na província de Ontario, por volta das 22h30 locais
Peel Regional Police
Explosão de bomba em restaurante ocorreu na cidade de Mississauga, na província de Ontario, por volta das 22h30 locais

Foi detonada, na noite dessa quinta-feira (24), uma bomba em restaurante, deixando ao menos 15 pessoas feridas. O ataque aconteceu em um estabelecimento no Canadá e os dois suspeitos de envolvimento na explosão estão sendo procurados pela polícia local.

Leia também: Corpo de homem é encontrado dentro de parede em banheiro feminino de shopping

O local exato do incidente foi o restaurante de culinária indiana chamado Bombay Bhel, localizado na cidade de Mississauga, na província de Ontario. O crime aconteceu por volta das 22h30 locais (ou seja, 23h30 no horário de Brasília), quando a polícia local foi chamada para atender à ocorrência de bomba em restaurante .

Entre os feridos, existem três pessoas que estão em estado grave, de acordo com a mídia canadense. Elas foram resgatadas e levadas a hospitais da região. Assim que a polícia chegou ao local, a área ao redor do restaurante foi rapidamente evacuada, mas não se sabe quantas pessoas estavam jantando lá no momento.

Leia também: Aviões se chocam e causam explosão e pânico no aeroporto de Toronto, no Canadá

As câmeras de segurança do local gravaram o momento em que dois homens suspeitos entraram no restaurante. Eles estavam com os rostos encobertos e fugiram logo após a explosão. O ataque, porém, não foi reivindicado até o momento nem por grupos terroristas e nem por ninguém.

Os dois suspeitos de envolvimento na explosão estão sendo procurados pela polícia local
Peel Regional Police
Os dois suspeitos de envolvimento na explosão estão sendo procurados pela polícia local

A perícia afirma que a bomba era de fabricação caseira e diz que está colhendo informações sobre o ataque. Além disso, ela investiga as possíveis causas do incidente.

Atropelamento em Toronto

Há cerca de um mês, um homem atropelou várias pessoas em Toronto, matando dez pessoas e ferindo outras 15 . O autor desse ataque era um homem ligado a um movimento de extrema-direita. O Canadá, por sua vez, se recusa a definir o ato como terrorismo. O mesmo ocorre no caso da bomba em restaurante : não se fala em terrorismo até que se prove que o caso realmente tinha relação com algum grupo explicitamente terrorista.

* Com informações da Agência Ansa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.