Tamanho do texto

Zanele Ndlovu, de 25 anos, estava praticando canoagem no rio Zambeze quando foi atacada pelo réptil; ela e o britânico Jamie se casaram no sábado

Zanele estava praticando canoagem no rio Zambeze, África do Sul, junto do atual marido quando crocodilo a atacou
Reprodução/ Nkosizile Ndlovu
Zanele estava praticando canoagem no rio Zambeze, África do Sul, junto do atual marido quando crocodilo a atacou

Uma mulher que teve seu braço arrancado em um ataque de crocodilo , o que quase lhe custou a vida, se casou no hospital alguns dias depois do acidente. A ex-tenista Zanele Ndlovu, de 25 anos, estava praticando canoagem no rio Zambeze, na África do Sul, junto do atual marido Jamie Fox, quando o réptil a puxou do barco.

Leia também: Cães de rua ferozes deixam seis crianças mortas na Índia; veja outros casos

Zanele teve o braço direito arrancado e a mão esquerda mastigada pelo crocodilo . Ela foi socorrida pelo noivo, que não sofreu nenhum ferimento no ataque. De acordo com o Daily Mail , a mulher foi levada para o hospital e passou por uma cirurgia demorada, perdendo grande parte do braço.

Entretanto, apesar dos ferimentos, a ex-tenista estava determinada a não perder uma data especial para ela e Jamie: o dia do casamento. Como ainda não podia deixar o hospital devido ao tratamento, ela e o britânico se casaram no sábado (5), em uma cerimônia organizada dentro da capela do Hospital Mater Dei, em Bulawayo.

Aparentemente, o casal iria para as Cataratas Vitória para se casar, mas o inesperado ataque causou mudanças drásticas na data e no local que escolheram para trocar as alianças. Assim, na tarde do último sábado, Zanele usou um vestido longo e branco, entrando na igreja, como planejado anteriormente. 

O casal foi aplaudido de pé por amigos e familiares, que descreveram a cerimônia como ‘a mais emocionante que já presenciaram’.

Leia também: Criança de 12 anos rouba cartão de crédito da mãe e viaja sozinho para Bali

"É uma história de amor muito linda, todos percebem o quanto eles se amam. O ataque de crocodilo não fez diferença, não abalou esse sentimento. Espero que Zanele e Jamie sejam mais felizes do que já são”, disse um amigo do casal.

Ataques de crocodilo no ano passado

Autoridades ambientais do Zimbábue afirmaram que os crocodilos foram os animais que mais protagonizaram ataques fatais no ano passado. Segundo um documento feito por eles, ao menos 21 pessoas sofreram lesões graves após adentrarem locais de riscos onde os répteis habitam.

Um exemplo de ataques envolvendo os ‘gigantes’ ocorreu no Zimbábue, a pós o convidado de um casamento ficar bêbado e pular em um lago cheio de crocodilos . Collin Miller, de 21 anos, teve o braço arrancado por três répteis, que eram utilizados como ‘atração’ para os turistas que visitam uma cervejaria em Victoria Falls.

A mídia local informou que Miller, natural de Lusaka, na Zâmbia, perdeu o braço esquerdo, sofreu fraturas nas costelas e ferimentos na cabeça.  Ele foi levado ao Centro Médico de Chinotimba e depois transferido para outro hospital.

Leia também: Mulher se bronzeia em praia australiana durante casamento e vira meme na web

Por meio de uma nota oficial, o diretor do hotel, Mike Danes, disse que “o homem colocou sua vida em risco, sendo capturado por um crocodilo , e resgatado posteriormente pela equipe médica do bar e por socorristas da Crocodile Cage Diving Company, empresa que cuida dos répteis”. O gerente de relações públicas da Autoridade de Gestão de Animais Selvagens de Parques do Zimbábue (Zimparks) se pronunciou sobre o acidente e pediu para que “turistas e moradores evitem esse tipo de atitude – ainda mais em relação a animais selvagens”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.