Tamanho do texto

Guarda Nacional foi ativada pelo governo para auxiliar na retirada das pessoas antes que lava alcançasse as residências na região de 'Big Island'

Lava liberada pelo vulcão em erupção já causou danos em propriedades na área afetada no Havaí
Reprodução/NHNL
Lava liberada pelo vulcão em erupção já causou danos em propriedades na área afetada no Havaí

O governo do Havaí decretou estado de emergência para toda a ilha e ordenou, na noite dessa quinta-feira (3), que todos os moradores de uma região deixassem obrigatoriamente suas casas e se destinassem a um local mais seguro. A evacuação aconteceu na chamada 'Big Island' (em português, 'Grande Ilha'), não só é a maior e mais rústica ilha do arquipélago, como também a mais jovem do estado.

Leia também: "Fonte de magma" em vulcão Yellowstone pode provocar erupção após 630 mil anos

Toda essa movimentação deu-se devido à erupção do vulcão Kilauea. Segundo as autoridades do Havaí locais, mais de 1,8 mil pessoas receberam ordem de evacuação obrigatória ontem e foram auxiliadas pelo governo a deixarem a região. A área isolada tem quase 6.400 hectares (o equivalente a 64 km²).

O governador David Ige informou à imprensa que a Guarda Nacional foi ativada para ajudar na retirada das pessoas antes que a lava alcançasse prédios e residências. Nesta sexta-feira (4), a Defesa Civil disse que não recebeu até informação de feridos ou de pessoas que não tenham atendido ao chamado de saída. 

Apesar da correria generalizada e de nenhuma pessoa ter sido vítima da erupção , a lava do vulcão já causou danos em diversas propriedades. Em vídeos divulgados pela imprensa local, é possível ver que várias árvores foram incendiadas e queimadas pela descida da lava e do fogo.

Leia também: Vulcão na Indonésia entra em atividade e faz 25 mil pessoas deixarem a região

Nas imagens aéreas reproduzidas pelo canal de notícias NHNL , fica visível o caminho que a lava percorreu até atingir a zona construída da região.


Vulcão Kilauea

O vulcão Kilauea entrou em erupção na tarde dessa quinta-feira, no horário local. Aqui no brasil, já era noite. 

Além dos incêndios causados pela lava, outra preocupação da Defesa Civil é com relação à qualidade do ar. Afinal, há alta concentração de dióxido de carbono sendo liberado no ar local, devido às queimadas e ao enxofre.

Hoje, o Kilauea é um dos vulcões mais ativos do mundo. Ele fica dentro do parque Nacional dos Vulcões, localizado no estado norte-americano, e, desde a última segunda-feira (30), vinha dando sinais de atividade. Entre os sinais registrados, foram notados pequenos tererremotos de intensidade leve.

Leia também: Vídeo mostra 50 anos de erupções vulcânicas em 1 minuto

O Havaí possui cinco vulcões, a maioria deles, considerados extintos por que não entram em erupção há mais de 200 anos. O Kilauea, por sua vez, está em plena atividade. Segundo o Parque Nacional de Vulcões da ilha, houve pelo menos duas erupções grandes na região além desta, uma em 1924 e outra em meados de 1955.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.